Site Autáquico - Câmara Municipal de Faro

Galardões

Praia Bandeira Azul

O Programa Bandeira Azul consiste num galardão de excelência, a atribuir às praias, portos de recreio e marinas.
Este Programa iniciou-se à escala europeia, em 1987, integrado no programa do Ano Europeu do Ambiente. Esta iniciativa conta com o apoio da Comissão Europeia e tem como objetivo elevar o grau de consciencialização dos cidadãos em geral, e dos decisores em particular, para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações conducentes à resolução dos problemas aí existentes. Em Portugal, o Programa da Bandeira Azul da Europa é promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa.
O Programa Bandeira Azul tem como fundamento a promoção e o desenvolvimento sustentável em áreas costeiras, fluviais e lacustres a partir de um conjunto de critérios que envolvem a educação ambiental, a qualidade da água balnear, a gestão da área balnear, serviços e segurança.
Desde 1987 que o Município de Faro se candidata à obtenção referido do galardão, sendo que nos últimos anos tem sido atribuída a Bandeira Azul às praias Faro-Mar; Barreta, Farol-Mar e Culatra-Mar.
O empenho demonstrado pelos diversos órgãos executivos do Município de Faro no cumprimento dos critérios acima referidos foi premiado com o Certificado Internacional de 15 Anos de Bandeira Azul, atribuído pelo presidente da Foundation for Environmental Education (FEE), a 17 de novembro de 2008 em Lisboa.

 

Praia Acessível

O Projeto Praia Acessível – Praia para Todos, começou em 2004 e é fruto de uma parceria inicialmente protagonizada pelo Instituto Nacional para a Reabilitação, o Instituto da Água, o Turismo de Portugal e o Instituto do emprego e Formação Profissional.
Este Projeto surge na sequência das medidas previstas nos Planos de Ordenamento da Orla Costeira e atende também à legislação sobre acessibilidade, designadamente o que dispõe o Decreto-Lei nº 163/2006, de 8 de agosto. Pretende-se que as zonas balneares reúnam um conjunto de condições que permitam o seu uso por todas as pessoas, sem que se ponha em causa a idade e as dificuldades de locomoção ou mobilidade.
Este galardão visa promover todas as praias, costeiras e fluviais acessíveis e passíveis de serem fruídas por todos. Pretende-se contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e proporcionar ao turismo uma nova oferta, cada vez mais necessária face à concorrência e às alterações demográficas que são já bem visíveis.
No concelho de Faro, este galardão tem sido atribuído anualmente à Praia de Faro.

 

Praia Naturista

“O Naturismo é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez coletiva, com o propósito de favorecer a autoestima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente”.
A partir de uma proposta efetuada pela Federação Portuguesa de Naturismo, e considerando o parecer das entidades administrantes, a Assembleia Municipal de Faro deliberou autorizar a criação de uma zona destinada à prática de naturismo na Ilha Deserta.
Considerando que o percurso ambiental existente destina-se à generalidade da população e considerando também que a zona apresentada pelas entidades administrantes não apresenta conflitos de uso, visto estarem salvaguardados o usufruto efetuado pelos utilizadores do percurso ambiental e o usufruto efetuado pelos utilizadores das únicas estruturas existentes (apoio de praia e apoio balnear), a zona aprovada pela Assembleia Municipal de Faro situa-se deslocada 100 metros a poente do local onde desemboca o passadiço de madeira existente (percurso ambiental)

 

Praia Qualidade Ouro

O galardão Praia Qualidade Ouro é promovido pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza.
Esta entidade selecionou todas as praias que em Portugal tiveram sempre qualidade de água classificada como boa entre 2006 e 2009 e classificada como excelente em 2010, com análises sempre excelentes ao longo da época balnear de 2010. Esta avaliação é mais limitada em comparação com a atribuição da Bandeira Azul, visto basear-se apenas na qualidade da água das praias.
O objetivo da Quercus foi realçar as garantias de praias que ao longo de vários anos (cinco, neste caso), apresentaram sistematicamente boa qualidade, e que portanto, no entender da Quercus, oferecem uma maior fiabilidade no que respeita à boa qualidade da água, confirmando ainda a sua excelência na última época balnear. Neste galardão ficaram de fora as zonas balneares com menos de cinco anos e aquelas que só mais recentemente viram resolvidos os seus problemas de poluição ou onde se tenha verificado na última época balnear uma qualquer análise de qualidade inferior a excelente.
No concelho de Faro, a Quercus atribuiu em 2011 o galardão Qualidade de Ouro às praias Faro-Mar, Barreta, Farol-Mar e Culatra-Mar.

 

7 Maravilhas – Praias de Portugal

A eleição das “7 Maravilhas – Praias de Portugal®” é um projeto de caráter privado, organizado pela sociedade EIPWU, Lda., entidade licenciada oficialmente pela sociedade New Seven Wonders Portugal, S.A.
Este projeto conta com o apoio institucional do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território e com o apoio da RTP – Rádio e Televisão de Portugal, como televisão oficial.
As “7 Maravilhas – Praias de Portugal®” pretendem promover a qualidade ambiental de Portugal, nomeadamente dos nossos recursos hídricos e a beleza da costa, rios e albufeiras, como fator decisivo na escolha de Portugal enquanto destino turístico.
Em conjunto pretende-se divulgar o melhor que o país tem para oferecer, enfatizando a dimensão e a beleza das praias, rios e albufeiras, projetando um país voltado para o mar, atento às suas riquezas naturais.
As 7 Maravilhas a eleger deverão refletir todas as diferentes tipologias de praias apreciadas pelos portugueses, devendo ainda estar associadas às regiões que representam, constituindo-se no futuro como um roteiro imperdível.
As Maravilhas candidatas a “7 Maravilhas – Praias de Portugal®” são organizadas em 7 categorias (Praias de Rios, Praias de Albufeiras e Lagoas, Praias Urbanas, Praias de Dunas, Praias Selvagens e Praias de Uso Desportivo) e as 7 vencedoras serão apuradas pelo maior número de votos, uma por categoria, não podendo ser eleitas mais do que duas maravilhas por região.
A Câmara Municipal de Faro candidatou-se ao referido galardão com a Praia da Barrinha – Barra de S. Luís, na categoria Praia Selvagem.

 

Multimédia

Contactos:

  • Telefone: 289 870 870
  • Morada: Câmara Municipal de
    Faro -Largo da Sé
    8004 - 001 Faro